Artigos e Notícias

A Comunicação na Igreja Católica é fundamental, e esse trabalho está ainda mais evidente neste momento que os brasileiros estão passando, a pandemia do Coronavírus. A importância do trabalho e da ação da Pastoral da Comunicação – PASCOM está em destaque, mas era inimaginável que, um dia, os fiéis dependessem tanto dessa ação pastoral.

Diante dos riscos de contaminação do Covid-19 e da recomendação das autoridades públicas e eclesiásticas, solicitando que as pessoas evitem sair de suas casas para que não haja aglomerações e o vírus não se propague e coloque em risco a vida das pessoas, missas, encontros e reuniões foram canceladas.

Com esta medida preventiva, todos foram pegos de surpresa e, de certa forma, começaram a enfrentar a realidade do que está acontecendo. A princípio, houve críticas em relação à suspensão das celebrações da Eucaristia, mas com o passar dos dias, todos entenderam a real situação em que passa o país, com o aumento significativo de mortes.

Com a impossibilidade de os fiéis estarem presentes na Igreja, a Pascom de cada Paróquia, com o apoio da Pascom Diocesana, faz o seu melhor para levar para dentro da casa das pessoas as celebrações, os momentos de oração e os encontros, com a melhor qualidade possível, usando os meios de comunicação e o avanço de novas tecnologias.

Dentro dessa nova realidade e tendo como objetivo continuar evangelizando, os membros da Pascom, juntamente com os Padres de cada comunidade, equiparam-se e, com muita dedicação, passaram a fazer transmissões on-line das celebrações, esta ação ressaltou a presença da Igreja dentro da casa dos cristãos e suas famílias, retornando com mais dedicação à Igreja doméstica.

Mais do que nunca, a Pastoral da Comunicação é fundamental para manter viva a fé e o sentido de pertença eclesial e paroquial dos fiéis. No âmbito da Diocese de Umuarama, cada membro da Pascom usa sua criatividade para que a comunidade continue ativa em sua paróquia.

Pascom e Decom Diocese Divino Espírito Santo

Fonte: Informativo Diocesano – Ano 45 – Número 467 – Julho de 2020.

Deixar um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.